top of page
Buscar
  • Foto do escritorJosé Padilha

Souto Bistrot Tropical abre as portas em Ipanema unindo gastronomia e cultura

Instalado na Casa de Cultura Laura Alvim, o novo espaço é comandado pelo chef francês Frédéric Monnier

Com localização privilegiada, dentro da Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema, o Souto Bistrot Tropical tem como proposta integrar gastronomia e arte, através de receitas clássicas francesas adaptadas ao paladar brasileiro. À frente da cozinha está o renomado chef francês Frédéric Monnier, que se uniu aos sócios Francesco Carnevale, Milton Vieira e William Carvalho para a nova empreitada.

A poucos metros da praia, o ambiente exala sofisticação sem perder o estilo despojado carioca. Ideal para um almoço ou jantar, uma reunião de negócios ou um encontro com os amigos, o projeto intimista apresenta iluminação charmosa, mesas com tampo de mármore e cadeiras de madeira. As plantas também dão um toque especial ao local. Sem esquecer do teto com pintura inconfundível da artista RafaMon. Já o bar, a céu aberto, é um capítulo à parte. “Queremos muito conectar a gastronomia e a arte, apresentar uma nova forma de consumir teatro por exemplo, na qual você pode jantar depois da peça ou até mesmo já estar no bistrô e decidir comprar entradas para o teatro, sem sair do ambiente. Sentimos que a casa de cultura escolheu a gente. Quando vimos esse lindo pátio com arcadas, pensamos na hora que a casa poderia se tornar um grande restaurante. E claro que o chef tinha que ser o Frédéric ”, explica Francesco, um dos sócios.

No menu, pratos executados com muita técnica, carregados de aconchego e afeto, inspirados na trajetória do chef. Para começar, Steak Tartare, um dos mais famosos pratos da culinária francesa, preparado com carne crua - picada na ponta da faca - devidamente temperado, que chega à mesa acompanhado de batatas fritas (R$ 45); e blinis de salmão marinado com creme de limão siciliano (R$ 48).

Na seção Finger Foods, as comidinhas para comer com as mãos, as sugestões são: Pirarucu and Chips, stick de pirarucu selvagem da Amazônia com chips de mandioca e molho de jambu (R$ 42); rolinhos crocantes de camarão com molho tailandês (R$ 47); e palitos de queijo de cabra, uva e castanha de caju (R$ 38). Na ala dos principais, o polvo grelhado com copa defumada, batata sauté, ervilha e vinagrete do Brasil (R$ 89); cordeiro 7 horas ao legumes confit e farofa crocante (R$ 86); e filé mignon ao poivre e gratin de batata (R$ 77).

Para finalizar com chave de ouro, não deixe de provar as tortas como a crocante de nougatine (chocolate 70%); a de chocolate ao leite com mousse de paçoca (essa em homenagem ao filho do chef que é apaixonado por paçoca) e a sabayon de frutas vermelhas (R$ 26 - cada).

A carta de drinques é elaborada pelo mixologista William Barão. Leves, refrescantes e cheios de bossa, os coquetéis são a cara do Rio. Entre os destaques, Olha o mate, preparado com gin, mate da casa, água tônica e espuma cítrica (R$ 34); Neon, que leva vodka, flor de sabugueiro, suco de limão, tintura de pitaya e espuma cítrica (R$ 34); Juquinha, com whisky Ballantines 12 anos infusionado em maçã, xarope de flor de sabugueiro, vermouth dry e suco de limão (R$ 37); Laura, em homenagem a “dona” da casa, goiaba, absolut ,suco de limão e soda (R$ 34); e o Ipanema, que dispensa explicação, whisky Ballantines 12 anos, Vermouth rosso, angostura e soda de grappe fruit (R$ 37).

Inspirado nos bistrôs franceses, o Souto chega para criar conexões e promover encontros através da boa mesa. Afinal, gastronomia é cultura, arte e história!


Sobre o chef Frédéric Monnier:

Com vasta experiência na gastronomia, o chef Frédéric Monnier, coleciona passagens por restaurantes renomados ao redor do mundo, alguns com estrela Michelin como Le Chalut (Saint-Malo, França); Lasserre (Paris, França) e L’agath (Luxemburgo). Em 2011 se tornou Chef Embaixador do Senac. Dois anos depois, em 2013, ganhou o título internacional de Maîtres Cuisiniers de France, pelo seu trabalho de divulgação da gastronomia francesa pelo mundo. Já em 2015 foi eleito membro do conselho da SindRio. Frédéric também é membro da associação Maniva com ecochef.


Sobre o mixologista William Barão:

Desde os 18 anos de idade William Barão atua no setor de alimentos e bebidas com gerenciamento e treinamento, atrás do balcão. Em sua trajetória profissional, acumula experiências em casas conceituadas como, Hotel Santa Teresa, Restaurante Oro, Astor e Rubaiyat, entre outros. Além disso, Barão também assina cartas de drinques no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Floripa. Já foi indicado como melhor bartender e melhor carta de drinks pela Veja Rio Comer e Beber. Se destaca por seus drinques autorais e apresentações impecáveis.



Sobre a Casa de Cultura Laura Alvim:

Laura Alvim foi uma dedicada apoiadora das artes, que doou seu imóvel ao Governo do Rio de Janeiro em 1983, através da FUNARJ, seis meses antes de sua morte. Antes mesmo de ser transformada em centro cultural, a casa já era ponto de encontro de artistas como Tônia Carrero, Fernanda Montenegro e Camila Amado. Inaugurada em 12 de maio de 1986, a Casa de Cultura Laura Alvim - CCLA - é um espaço da FUNARJ em Ipanema, e conta com teatros, auditórios, galeria de arte, três salas de aula para cursos da área artística e cultural, museu, entre outros espaços para diferentes propostas e exibições.



Souto Bistrot Tropical

Endereço: Av. Vieira Souto, n° 176 - Ipanema.

Horário de funcionamento: de terça a domingo, 12h às 23h.

Capacidade: 76 lugares.

Delivery: não possui

Acesso e banheiro para deficientes: sim

@souto.bistrot



Fonte: Lupa Comunicação

144 visualizações0 comentário
Post: Blog2_Post
bottom of page